fbpx
testes genéticos

Testes genéticos e os avanços tecnológicos da medicina de precisão

A medicina de precisão é um tipo de assistência de saúde pautada em avanços tecnológicos e no estudo da genética, em prol do desenvolvimento dos tratamentos médicos.

Assim, a farmacogenética, como o próprio nome já diz, é a junção de farmacologia, genética e bioquímica, possibilita que os novos tratamentos sejam realmente precisos e alcancem o principal objetivo, ou seja, a cura ou redução do avanço da doença.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura deste artigo.

O advento dos testes genéticos

Antes de mais nada, precisamos entender um pouco mais sobre a ciência genética. Essa área entende que, ao estudar a herança genética, é possível mapear possíveis alterações nos genes. São essas “falhas” que acabam por desencadear doenças e outros tipos de enfermidades.

Nesse sentido, os testes genéticos podem prever determinados casos. Em consequência, profissionais têm maior detalhamento e efetividade em diagnósticos, tratamentos personalizados e medicamentos para determinadas doenças.

Esse é, sem dúvidas, um dos maiores benefícios proporcionados pela medicina de precisão. Afinal, é possível fazer um mapeamento genético dos pacientes. Assim, estimulando que eles tenham mais qualidade de vida, evidenciando quais são os possíveis riscos de determinados hábitos.

Como os testes são aplicados na área da saúde?

A saber, os testes genéticos não são necessariamente uma forma de entender previamente possíveis doenças, mas também de otimizar diferentes tipos de tratamento de saúde.

E não somente nesse parâmetro, mas no desenvolvimento de medicamentos mais efetivos e com melhores resultados no combate a diferentes tipos de problemas de saúde.

Sendo assim, as pesquisas científicas ligadas aos testes genéticos também contribuem para o controle doenças ligadas à terceira idade. Bem como aquelas desencadeadas por hábitos nocivos, como Alzheimer, obesidade, diabetes e distúrbios de comportamento.

Considerada como uma forma de melhorar a qualidade da forma como as pessoas vivem, a medicina de precisão se baseia em um extenso banco de dados. Essa análise vai identificar quais são os medicamentos corretos. Nesse sentido, torna-se possível personalizar tratamentos de saúde para pacientes que enfrentam dificuldades nos atuais métodos disponibilizados nos sistemas médicos.

Pela ótica do tratamento, a medicina de precisão e os testes genéticos permitem a escolha de drogas que minimizem efeitos colaterais e que ofereçam os melhores resultados. Sob a ótica da prevenção, permite a detecção da susceptibilidade a certas patologias, mesmo antes que elas se manifestem clinicamente, viabilizando seu monitoramento e até mesmo prevenção. Do ponto de vista da indústria, promove o desenvolvimento de soluções para indivíduos ou grupos de pacientes que não responderiam a tratamentos convencionais, podendo potencialmente reduzir os custos e a demora dos ensaios clínicos.

A curto prazo, pode-se dizer que os testes genéticos aliados à medicina de precisão melhoram o diagnóstico e a conduta médica de doenças já conhecidas. Assim, evitando desperdícios com condutas comprovadamente não eficazes.

Em relação à medicina de precisão, você sabe como esse conceito está cada vez mais presente no dia a dia da saúde? Então, clique aqui e entenda por que ele é tão importante para os novos tratamentos.

Converse com especialista

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.