fbpx
retomada das atividades

Como se proteger durante a retomada das atividades?

Com o avanço da vacinação contra a COVID-19 e a redução de casos graves, muitos governantes estão diminuindo as medidas de restrições. Inclusive, em cidades brasileiras já temos grandes eventos agendados e a retomada das atividades é uma realidade que, aos poucos, estamos vivenciando.

Mas se existe uma coisa que sempre foi dita é que, mesmo com a vacinação, a pandemia ainda não acabou. Logo, os cuidados devem ser mantidos para que possamos continuar evoluindo na vitória contra essa doença. Pensando nisso, veja como se manter em segurança durante a retomada das atividades presenciais.

Como funciona a matriz de risco?

Inicialmente, é importante entender que o risco de cada uma das atividades depende de alguns fatores. Entre eles, o uso de máscaras, a ventilação, se o ambiente é aberto ou fechado, o tempo de permanência no local e a ocupação.

Os estudos utilizam esses critérios para definir os riscos de transmissão da doença. Por exemplo, em um ambiente, mesmo que fechado em um tempo de no máximo 15 minutos, com poucas pessoas falando e usando máscara, o risco é considerado baixo. Por exemplo, uma padaria, um supermercado ou uma farmácia.

Sem a máscara, esse mesmo ambiente passa a ser considerado de risco alto ou moderado. Já ao superar o tempo de 15 minutos — assim, atingindo algumas horas —, o ambiente fechado com pessoas utilizando máscara ainda é considerado baixo.

No entanto, em academias, por serem locais fechados e com muita gente, mesmo que todos estiverem utilizando máscara, o risco é considerado alto. Em resumo, quanto mais tempo você permanecer em um ambiente fechado e menos ventilado, maior será o risco. Isso pode reduzido em espaços abertos ou ao ar livre.

Como se proteger durante a retomada das atividades?

Nos próximos tópicos, veja como se proteger da COVID-19 mesmo com a retomada das atividades.

Continue usando máscara

Como você já deve ter notado, o uso da máscara — até mesmo para os vacinados — deve continuar. Mesmo que algumas cidades já tenham liberado a não utilização em locais abertos, ela ainda é fundamental em determinados ambientes com menos ventilação.

Evite aglomeração em locais fechados

Outra dica importantíssima é continuar evitando aglomerações. Caso seja necessário estar em um ambiente com muitas pessoas, opte por locais abertos, utilizando sempre a máscara. Já se for frequentar bares ou restaurantes, escolha ir em horários com menos movimento.

Prefira atividades ao ar livre

Estar ao ar livre reduz significativamente as chances de ser contaminado pela COVID-19. Por isso, sempre que possível, prefira esses locais para se exercitar ou passear, como praças, parques e orla da praia. Evite salas fechadas e com pouca ventilação. Se não for possível fugir desses ambientes, tente ficar o menor tempo possível neles.

Conte com um reforço na sua imunidade

Também é importante ter um reforço na sua imunidade. Esse é um passo fundamental para se recuperar da doença, caso você tenha contato com o vírus. Ou seja, você pode utilizar uma fórmula para potencializar o seu sistema imune. Nesse caso, temos a seguinte possibilidade:

Por fim, é fundamental ter consciência de que, mesmo com a retomada das atividades, os cuidados devem ser mantidos. Junto à vacinação, eles darão esperança para que, em breve, nosso país esteja totalmente livre dessa doença.

Se você gostou deste artigo, então, aproveite para compartilhar o texto nas suas redes sociais para que mais pessoas possam continuar se protegendo.

Consultar Farmácias

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.